A superação de uma doença grave e ameaçadora tem sido transformada por muitas mulheres em uma rede de empatia e acolhimento. Criado em 8 de março de 2015, o grupo Pérolas de Minas é formado somente por mulheres que já tiveram câncer de mama e venceram a doença. Para compartilhar estas experiências e dar força a outras mulheres que ainda estão em tratamento, elas decidiram se unir para agir. As integrantes do grupo visitam as pacientes em hospitais ou na casa delas e distribuem kits com lenços, batons e esmaltes adquiridos por meio de doações. 

É que além do tratamento clínico e apoio psicológico profissional, ter contato com vivências semelhantes, especialmente de quem já venceu a doença, pode ajudar a fortalecer o caminho até a cura. É o que explica a coordenadora do grupo, Maria Luíza Oliveira: "É importante para elas ouvirem e serem ouvidas por mulheres que já passaram por isso, porque tem coisas que a gente não conversa nem com o médico e nem com a família. E isso fortalece a caminhada delas e ajuda com que não se sintam sozinhas. Tem dado muito resultado porque elas se sentem acolhidas e compreendidas", relata. 

Atualmente, 200 mulheres fazem parte desta rede de acolhimento. As mulheres em tratamento também recebem uma pulseirinha de miçangas imitando pérolas feita por integrantes do grupo. 

"É normal se sentir desanimada às vezes, descrente, e é o que a gente fala pra elas. Ora, se até quem não tem nenhuma doença também sente desânimo em alguns dias, por que elas não sentiriam? Mas aí sugerimos que elas olhem para as pérolas da pulseirinha e se lembrem de que várias mulheres que confeccionaram aquela pulseira também já se sentiram assim e passaram por isso, e elas também vão passar", conta Maria Luíza. 

O grupo também realiza palestras gratuitas e não cobra nenhum valor em dinheiro das mulheres acolhidas. "Nosso grupo não tem nenhum fim lucrativo e não aceitamos nenhuma doação em dinheiro, somente de materiais para fazer os kits para as pacientes". 

A iniciativa tem caráter multiplicador. É comum encontrar no grupo mulheres que já foram acolhidas pelas Pérolas de Minas e que, depois de vencerem o câncer, acolhem outras mulheres. 

Leia mais:

A cada dia, seis mulheres são diagnosticadas com câncer de mama em Minas
Câncer de mama pode ser evitado; saiba como e conheça os principais fatores de risco
Outubro Rosa: uma em cada 12 mulheres receberá diagnóstico de câncer de mama