As mineiras vítimas de violência doméstica ganharam mais um canal para denunciar o crime. O aplicativo MG Mulher, recém-lançado pelo governo estadual, facilita o acesso à Justiça em meio à quarentena imposta pelo novo coronavírus.

Nesta segunda-feira (27), o Hoje em Dia já havia mostrado que a violência contra a mulher cresceu durante a pandemia em alguns países. Em BH, apesar da queda nas ocorrências, autoridades estão atentas aos casos. Quem falou sobre o assunto foi a titular da Divisão Especializada em Atendimento à Mulher, ao Idoso, à Pessoa com Deficiência e Vítimas de Intolerância, Isabella Franca Oliveira. Reveja.

App
O aplicativo, disponível para download nos sistemas Android e IOS, foi desenvolvido pela Polícia Civil de Minas Gerais, com apoio da Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública (Sejusp), e consiste em uma ferramenta voltada para a mulher, especialmente a que está sendo vítima de violência.

Na plataforma, a vítima encontrará os endereços e telefones dos equipamentos mais próximos da sua localização que podem auxiliá-la em caso de emergência, como delegacias da Polícia Civil, unidades da Polícia Militar e Centros de Prevenção à Criminalidade, por exemplo. Todos os endereços são mostrados com a indicação de proximidade de onde a mulher está.

O App ainda apresenta conteúdos multimídia repletos de informações relativas à temática da violência doméstica. São vídeos, textos e áudios que poderão auxiliá-la no enfrentamento do problema, ampliando o seu conhecimento e fortalecendo as suas tomadas de decisões.