A Polícia Civil deflagrou, na manhã desta quinta-feira (25), a Operação "Muro Limpo" para cumprir mandados de busca e apreensão contra pichadores. A ação é realizada simultaneamente em Belo Horizonte, Contagem, Esmeraldas e Ribeirão das Neves.

No total, a Justiça mineira expediu oito ordens judiciais. Em nota, a Polícia Civil informou que o objetivo da ação é "coibir crimes de pichação e crimes de dano ao patrimônio público e privado praticados por associação criminosas".

Os detalhes da operação serão repassados ao longo do dia. 

Investigações

Hoje, a punição para quem é flagrado pichando patrimônio público é “branda”, de no máximo três anos de detenção, e dificilmente quem é preso cumpre a pena por completo.

Leia mais:
De dezembro de 2018 a 8 de abril, Praça da Liberdade foi alvo de pichação dez vezes