Mutirão da Defensoria Pública pretende buscar conciliação de conflitos em até 1 mil famílias

Da Redação
portal@hojeemdia.com.br
31/01/2022 às 14:01.
Atualizado em 01/02/2022 às 00:28
 (defensoria/divulgação)

(defensoria/divulgação)

Começam nesta terça-feira (1º) as inscrições para o Mutirão das Famílias 2022 em Minas Gerais, que busca a conciliação em casos de conflito na área do Direito da Família por meios extrajudiciais. Segundo o governo estadual, serão 36 unidades disponíveis em Belo Horizonte e outras 35 cidades, com inscrição válida até 25 de fevereiro. 

Todo o processo será conduzido pela Defensoria Pública de Minas Gerais (DPMG). A expectativa do Estado é realizar até 1 mil sessões de conciliação até 31 de março, seja em formato presencial, virtual ou híbrido. O mutirão é voltado principalmente para cidadãos de baixa renda, que vão receber atendimento gratuito do DPMG. 

Dentre os casos incluídos, estão o reconhecimento ou dissolução de união estável, divórcio, guarda de filhos, alimentos e investigação de paternidade. Clique aqui e confira a lista dos municípios atendidos. Informações sobre a inscrição podem ser acessadas no site da DPMG.

O Mutirão das Famílias foi promovido pela Defensoria de Minas pela primeira vez em 2015. O local escolhido foi Uberlândia, no Triângulo, e recebeu 726 inscrições - a cidade também recebeu a iniciativa em 2017, 2018 e 2019. Ribeirão das Neves (2016), Belo Horizonte (2019), Patrocínio (2019 e 2020), Ituiutaba (2021) e Ponte Nova (2021) foram os outros locais a receber o mutirão. Desde a primeira edição, 8.161 pessoas foram atendidas, de acordo com o Executivo estadual.

Compartilhar
Ediminas S/A Jornal Hoje em Dia.© Copyright 2022Todos os direitos reservados.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por