A barragem Vargem Grande, em Nova Lima, na Grande BH, teve o nível de alerta de risco reduzido de 2 para 1, informou a Vale. Na prática, a estrutura está mais segura e, por essa razão, segundo a mineradora, estuda-se a possibilidade de retorno de 51 moradores para casa. 

De acordo com a empresa, a alteração foi possível devido a ações como o rebaixamento do nível de água do reservatório, a limpeza dos canais de drenagem e estudos de sensibilidade junto à empresa auditora para avaliação do impacto do rebaixamento do nível d'água na estabilidade da barragem. 

Além disso, foi feita uma avaliação técnica com resultados positivos das deformações apresentadas no sistema de monitoramento por inclinômetros, que são os instrumentos instalados em furos de sondagem para medição de deformações. Com a continuidade dessas ações, a mineradora espera que a estrutura seja totalmente retirada da condição de alerta.

A Vale informou, ainda, que comunicou a Defesa Civil sobre a mudança do nível de alerta e que uma reunião com os moradores da Zona de Autossalvamento (ZAS) será marcada para avaliar o retorno para as casas.

Além disso, a BR-356, cujo trecho entre os quilômetros 37 e 40 funcionava com operação assistida devido ao risco de ser atingido em eventual rompimento, não precisará mais contar com o monitoramento.

O nível de alerta faz parte do Plano de Ação de Emergência de Barragens de Mineração (PAEBM), que é acompanhado pela Agência Nacional de Mineração (ANM). 

Histórico 

No dia 20 de fevereiro deste ano, devido à falta de parâmetros para avaliação de deformações apontadas no sistema de monitoramento por inclinômetros, a Vale decidiu, por questão de segurança, declarar a estrutura em nível 2 de emergência e promover a evacuação da ZAS. 

No total, foram retiradas 51 pessoas do condomínio Solar da Lagoa e das vilas "A" e Codornas da empresa AngloGold Ashanti.