O Corpo de Bombeiros divulgou, neste domingo (17), que localizou mais corpos e segmentos corporais após buscas realizadas entre esse sábado (16) e domingo em Brumadinho, na Grande BH. Além disso, foi iniciada a demolição de uma área colapsada, o que deve ajudar em futuras localizações.

Dessa forma, o número de vítimas encontradas sobe para 169; 141 ainda estão desaparecidas. Segundo a corporação, um corpo estava na região da usina ITM (Instalação de Tratamento de Minério) e outro foi localizado na região do Remanso II.

Neste domingo, os militares iniciaram o rompimento da estrutura colapsada da ITM (usina de tratamento) com maquinário pesado, incluindo tesoura hidráulica. Segundo os bombeiros, essa demolição é importante para que a corporação consiga localizar eventuais corpos que estejam em locais até então inacessíveis.

"É um trabalho meticuloso, uma vez que existem cilindros de acetileno e GLP (gás liquefeito de petróleo) no local e atmosferas que demandam utilização de equipamentos especiais para respiração", afirmou a nota, divulgada pelo tenente Pedro Aihara porta-voz da corporação. 

Leia mais:
IML conclui identificação dos 116 corpos encontrados em Brumadinho; 145 ainda estão desaparecidos
Mesmo com mau tempo, buscas em Brumadinho são retomadas neste sábado