O prefeito de Nova Lima, Cássio Magnani Júnior (PMDB), convocou coletiva nesta quarta-feira (8) para anunciar que irá transformar em parque municipal uma área de 151,4 mil metros quadrados no bairro Jardim Canadá, na divisa do município com Belo Horizonte. 
 
Em setembro de 2014, o prefeito da capital mineira, Marcio Lacerda, pediu autorização aos vereadores para vender 414 lotes no local, que fica em uma área de proteção ambiental, que concentra mananciais que abastecem BH. Os recursos obtidos com a venda, conforme Lacerda, seriam destinados a habitação popular. 
 
Conforme noticiado pelo Hoje em Dia, os terrenos são limítrofes ao Parque Ecológico de Fechos, responsável pelo abastecimento de água para a Região Metropolitana de Belo Horizonte (RMBH) e de mais de 300 mil moradores da região sul da capital. A Estação Ecológica de Fechos é uma reserva estadual gerenciada pela Copasa e pertence ao Parque Estadual Serra do Rola Moça. 
 
Para barrar a iniciativa da prefeitura de BH, o prefeito de Nova Lima tomou a decisão. Ele alega que o terreno pertence ao município. A área alvo da disputa está avaliada em R$ 102,5 milhões e fica próxima a condomínios de luxo da região.
 
Procurada pela reportagem, a assessoria da PBH informou que é proprietária do terreno e que tem documentos que comprovam a posse. "A PBH não tem soberania sobre a lei que rege em Nova Lima. Eles têm que comprovar que são proprietários do terreno em discussão".
 
Ainda segundo a Prefeitura de BH, em audiência pública realizada no dia 12 de março deste ano, o Secretário Municipal de Desenvolvimento Econômico de Nova Lima, João Santiago contou que a área foi doada à Prefeitura de Belo Horizonte em 1958, quando foi assinado um termo entre os dois municípios. 
 
O documento determinava uma série de contrapartidas a Belo Horizonte, entre elas a implantação e manutenção de uma estação de captação e tratamento de água do Bairro Jardim Canadá, infraestrutura de saneamento e a preservação da área, por meio da criação de um parque municipal.