Nova Lima, na Região Metropolitana de Belo Horizonte (RMBH), volta a reabrir parte do comércio não essencial nesta terça-feira (18). Um decreto que determinava a adesão do município ao programa estadual "Minas Consciente" foi revogado.

O documento, publicado na segunda-feira (17), autoriza o funcionamento de restaurantes das 11h às 22h, com atendimento interno e máximo de 1/3 da capacidade.

Funcionários e clientes deverão respeitar a distância mínima de dois metros, mesmo espaço que deverá ser observado entre as mesas. A permanência no local estará limitada a uma hora. A venda de bebidas alcoólicas não será permitida.

Bares, academias, clubes e feiras não foram incluídos nesta flexibilização. A determinação da prefeitura é válida até 29 de agosto, quando fará uma nova avaliação da situação da pandemia na cidade.

O decreto também estipula que estabelecimentos de prestação de serviços de estética deverão funcionar exclusivamente com agendamentos. A separação entre os clientes deverá ser de três metros quadrados. Todos os equipamentos deverão ser higienizados e esterilizados.