Nove pessoas foram presas por suspeita de formação de quadrilha e receptação de materiais furtados durante a nona fase da operação BH Mais Segura, realizada nesta quarta-feira (18), nas proximidades da rodoviária de Belo Horizonte. Com eles foram apreendidos sete celulares, sendo três deles produtos de furto e roubo, além de R$ 912 e cem pesos mexicanos.

De acordo com a Polícia Militar, câmeras do Olho Vivo flagraram o que poderia ser uma negociação de aparelhos celulares entre alguns indivíduos. Minutos depois, chegou a informação de que um aparelho havia sido furtado na região central. A partir disso, policiais decidiram abordar os suspeitos.

Segundo a PM, a quadrilha agia de maneira coordenada e sincronizada. Um era responsável por furtar o celular, outro fazia o transporte do aparelho até um terceiro que fazia a venda.