Noventa doses da vacina CoronaVac, imunizante contra a Covid-19, desapareceram durante o fim de semana em Belo Horizonte. Elas estavam no posto de saúde do bairro Salgado Filho, na região Oeste da capital. Eram noves frascos com dez doses cada.

Segundo informou a Polícia Militar (PM), agentes foram acionados e informados pela responsável que, na sexta-feira (19), quatro caixas com 20 frascos, uma com 16 e nove frascos avulsos foram separados em um saco transparente, amarrado e colocado dentro da câmara fria da Regional de Saúde Oeste.

Por não ter sistema de nobreak, as doses são transportadas todos os dias para outros locais onde possam ficar armazenadas de forma segura e, neste fim de semana, as vacinas foram levadas para o posto do Salgado Filho.

No local, uma responsável recebeu a mercadoria, mas não teria conferido o quantitativo de doses. Na segunda-feira (22), quando as vacinas foram recolhidas, foi constatado a falta. Não se sabe ainda, porém, onde eles desapareceram. A Polícia Civil vai investigar o caso.

Em nota, a Secretaria Municipal de Saúde informou que lavrou boletim de ocorrência e está investigando o fato junto às autoridades policiais competentes. A PBH disse, ainda, que “a secretaria tem um alto rigor no controle das doses de vacina que são repassadas e já está fazendo uma análise de todo fluxo para descobrir onde houve o desvio e apurar responsabilidades”, disse.

Leia mais:
Com colapso nas UTIs, leitos improvisados são montados na Grande BH para pacientes com Covid-19
Clima ruim entre Kalil e vereadores deve obrigar PBH a redobrar esforços por projetos
Covid-19: Fiemg doa 100 respiradores para abertura de novos leitos de UTI em Minas