Novos radares e condições das estradas mineiras exigem atenção redobrada no feriado

Raul Mariano
rmariano@hojeemdia.com.br
10/11/2016 às 20:05.
Atualizado em 15/11/2021 às 21:36

Quem for viajar no feriado prolongado terá mais um motivo para redobrar a atenção nas estradas mineiras. Além da previsão de chuva e dos riscos já conhecidos pelos motoristas, como trechos com buracos e sinalização deficiente, há 61 novos radares em funcionamento na malha rodoviária do Estado. Desde que foram reativados, há um mês, esses equipamentos já flagraram 15,2 mil veículos trafegando acima da velocidade permitida.

Para completar, a fiscalização do uso dos faróis nas rodovias durante o dia também será intensificada pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) de hoje até terça-feira. A multa é de R$ 130,16. 

2.934

Ontem, cinco novos radares foram instalados nas rodovias MG-020, que liga Belo Horizonte a Santa Luzia, e MG-187, em Ibiá, no Alto Paranaíba. Na região metropolitana, os equipamentos estão nas proximidades dos bairros Monte Azul e Ribeiro de Abreu, com a velocidade máxima permitida de 60 km/h. 

Em Ibiá, os equipamentos estão localizados nos quilômetros 63 e 64 e também possuem limite de velocidade de 60 km/h. Até dezembro, o Departamento de Edificações e Estradas de Rodagem de Minas Gerais (DEER/MG) espera instalar 393 radares.

Imprudência

O tenente da Polícia Militar Rodoviária, Pedro Henrique Barreiros, responsável pela fiscalização do Anel Rodoviário, explica que apesar dos novos radares e da elevação dos preços das multas, que ficaram cerca de 65% mais caras em novembro, motoristas continuam cometendo infrações. Ainda percebemos muitos condutores utilizando celular, dirigindo sem cinto, desrespeitando os limites de velocidade. Muita gente ainda tem o desconhecimento da lei. O que muitos não sabem é que todas essas autuações podem ser feitas mesmo sem a abordagem do militar”.

 Editoria de Arte 

Precariedade

Dados recentes da Confederação Nacional dos Transportes (CNT) revelam que mais da metade das estradas apresentam falhas no pavimento, geometria da via e sinalização. 

Segundo o estudo, as condições são regulares, ruins ou péssimas em 61,8% da malha analisada. Apenas 38,2% foram avaliadas como boas ou ótimas. Ainda assim, Minas está acima da média nacional. No país, 58,2% das rodovias apresentaram algum tipo de problema.

Compartilhar
Ediminas S/A Jornal Hoje em Dia.© Copyright 2022Todos os direitos reservados.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por