Dos 390 leitos de terapia intensiva reservados para pacientes com Covid-19 na rede pública de Belo Horizonte, 85% estão ocupados, de acordo com boletim epidemiológico divulgado pela prefeitura nesta quarta-feira (15). Isso quer dizer que ao menos 331 pessoas demandam atendimento de alta complexidade por causa da doença na capital mineira.

Entre os 665 leitos de UTI reservados para pacientes com outras enfermidades, a ocupação é de 87% – ou seja, 578 pacientes –, segundo os dados apresentados no boletim. 

O documento mostra ainda que a taxa de ocupação dos 1.072 leitos de enfermaria dedicados a pacientes com Covid é de 74%. Isso mostra que, ao menos, 793 pacientes estão internados em leitos clínicos na rede pública da capital. Dezoito hospitais públicos e filantrópicos têm leitos disponíveis para o atendimento de pessoas com o novo coronavírus. 

Belo Horizonte tem 12.231 casos confirmados de Covid-19, sendo que 3.071 ainda são casos em acompanhamento. A cidade registrou 297 mortes por causa da doença.

Leia mais:
Cabana do Pai Tomás é o bairro com maior número de mortes por Covid em BH