Um oficial de Justiça foi conduzido à delegacia após ser flagrado na segunda-feira (29), no Barro Preto, no Centro de Belo Horizonte, fazendo sexo oral em outro homem, em plena luz do dia. O ato obsceno em via pública, foi advertido por um guarda municipal. O homem de 44 anos se irritou com a abordagem e acabou desacatando a autoridade do guarda.

De acordo com o Boletim de Ocorrência (B.O.), um popular acionou a guarda municipal e relatou que dois homens estavam sem roupa dentro de um veículo estacionado na rua Barbacena, uma das mais movimentadas da área central da capital mineira.

Ao interpelar os homens no carro, um deles teria se identificado como juiz federal e chegou a fazer ameaças ao guarda dizendo que ele teria problemas por causa daquela abordagem. Em seguida, o mesmo homem, xingou o guarda várias vezes.

Durante o registro o oficial de justiça preferiu não comentar sobre o assunto e apenas negou os fatos. A ocorrência foi encerrada na Delegacia Adjunta do Juizado Especial Criminal (Deajec).