Sobraram sol, filas, comida típica e chope. Muito chope. Mas quem decidiu encarar o primeiro dia do horário de verão – que presenteou Belo Horizonte com temperatura máxima de 30,3°C – na Praça Duque de Caxias, em Santa Tereza, região Leste da capital, se esbaldou na Oktoberfest BH.

Pelo segundo ano consecutivo, a mais famosa festa europeia deu as caras na capital mineira. Desta vez, a transformação foi no reduto dos botequeiros, que, por um dia, se tornou um “pedacinho” da Alemanha. Tinha de tudo, e para todos: de refrigerante a cervejas importadas, de pratos típicos com tempero forte, como o tradicional einsbein, o joelho de porco, a comidinhas menos “extravagantes”, como a salada de batatas temperada com mostarda e acompanhada de salsichão. 

Em um palquinho montado na praça, quem se divertiu mesmo foi a criançada, que pôde testar a força na inusitada brincadeira do martelo. Para os mais grandinhos, chope no metro: ganhou quem bebeu mais rapidamente os 600 ml da bebida servidos numa tulipa gigante.