O fim de tarde no Centro de Belo Horizonte é sempre movimentado, mas quem passou pela rua Guaicurus, por volta das 17h30 de segunda-feira (30), se assustou com uma verdadeira pancadaria. A confusão foi promovida por dois integrantes da torcida Galoucura, entre eles o presidente da  organizada, que atacaram um membro da Máfia Azul, que havia acabado de descer de um ônibus. Toda a confusão foi flagrada pelas câmeras do Olho Vivo e a PM chegou rapidamente ao local, conseguindo prender os dois agressores. 

No vídeo é possível ver o momento em que a vítima, o cruzeirense de 36 anos, desceu na rua Guaicurus de um ônibus circular da linha 04A. De camisa amarela, o homem andava tranquilamente quando, de repente, foi surpreendido por outros dois homens, ambos vestidos de branco, que desceram de um carro também branco. 

Os suspeitos, o presidente da galoucura, Josimar Júnior de Souza Barros, de 30 anos, e um outro integrante, de 36, já chegam desferindo socos e chutes contra a vítima, que tentou fugir. Durante a correria, os atleticanos chegam a cair no chão duas vezes, até que o cruzeirense tenta entrar em um táxi, que estava parado na rua São Paulo, para se proteger e tentar deixar o local. Porém, ele acaba alcançado pelos rivais, que seguem o atacando mesmo dentro do carro. 

O taxista desce do veículo enquanto assiste, sem entender nada, o "passageiro" sendo agredido com diversos socos pelos dois suspeitos. Após a chegada da PM, o torcedor contou que é integrante da Máfia Azul e que, anteriormente, já teria enfrentado os dois agressores em ocasiões passadas, por eles serem integrantes da torcida rival. 

No registro, a própria polícia afirma que as imagens das câmeras mostraram com clareza "os autores identificados desferindo vários socos e chutes na vítima, sem chances de defesa". A PM ofereceu à vítima e aos autores atendimento médico, já que todos eles apresentavam escoriações, mas todos eles recusaram o socorro. 

Ainda de acordo com a corporação, os dois agressores possuem várias passagens pela polícia pelos crimes de lesão corporal, rixa, vias de fato, todas envolvendo brigas de torcida. A ocorrência foi encerrada na Delegacia de Plantão (Deplan) 2 e o caso será investigado pela Polícia Civil (PC). 

O Hoje em Dia procurou o presidente da Galoucura para falar sobre a ocorrência, porém, a reportagem foi informada por outra pessoa que a versão de Josimar já foi apresentada para a polícia, na delegacia, e que ele não conversaria com a imprensa. 

Leia mais:
Emboscada: 31 cruzeirenses são detidos por agredir atleticanos e depredar ônibus em BH
Adolescente é impedido de entrar no clube do Cruzeiro por gritar 'Galo' e pais chamam polícia
Presidente da Galoucura é preso por porte ilegal de arma e munição
Membros da Galoucura são condenados por morte de cruzeirense