Uma onça parda foi encontrada nesta sexta-feira (29) em estado grave após possivelmente ter sido atropelada, na MGT 262, km 13, distrito Roça Grande, em Sabará, na região Metropolitana de Belo Horizonte. Segundo o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), trata-se do mesmo animal que apareceu na garagem de uma empresa de ônibus também no Roça Grande, nessa quinta-feira (28). Na ocasião, antes da chegada dos técnicos do Ibama, a onça conseguiu escapar e fugiu para uma mata próxima.
 
A equipe do Corpo de Bombeiros e da Polícia Militar de Meio Ambiente levaram o animal para uma clínica na região da Pampulha, em Belo Horizonte. Segundo o veterinário Leonardo Maciel, que fez o atendimento, a onça é um macho com idade entre 6 e 8 meses. O quadro de saúde do animal é grave ocasionado por um traumatismo craniano devido ao atropelamento, além de estar desnutrida. “Ela não está consciente e chegou em um estado de pré-coma. Os exames de sangue feitos agora mostram que os órgãos internos estão em funcionamento, porém, o risco dela morrer é muito alto. Ela tem 50% do peso que deveria ter. As próximas 36 horas serão decisivas para sabermos se ela vai sobreviver”, disse. 
 
Segundo o veterinário, a suspeita é que a onça tenha sido atropelada ainda nessa quinta-feira, pois, aparentemente, ela chegou a andar um pouco depois do ocorrido. “Descartamos a possibilidade de ela ter sido vítima de outro animal, pois o traumatismo craniano que ela apresenta é típico de colisão com roda de veículo”, explicou Maciel.