Mais de 1600 postos de combustíveis e depósitos de gás foram vistoriados em Minas Gerais nesta quinta-feira (31) durante a Operação "Alerta Vermelho", que é realizada pelo Corpo de Bombeiros para verificar as condições dos sistemas de prevenção a incêndio desses estabelecimentos.

A ação flagrou 425 comércios irregulares ou em processo de regularização. Desses, 388 foram notificados, 14 multados e três interditados na Região Metropolitana de Belo Horizonte. Um outro posto também foi interditado na cidade de Patos de Minas, no Alto Paranaíba. 

Além disso, segundo a corporação, cerca de 1,2 mil empresas foram consideradas em situação regular.

Em 2019, a operação Alerta Vermelho assumiu o caráter fiscalizatório, com a aplicação de multas. De janeiro até o momento, foram realizadas cinco edições da ação com vistorias em hotéis, museus, hospitais e clínicas, escolas e restaurantes.