Uma operação cumpre, nesta terça-feira (16), oito mandados de prisão preventiva e nove de busca e apreensão de integrantes e colaboradores da facção criminosa paulista Primeiro Comando da Capital (PCC), em Pouso Alegre, no Sul de Minas. As investigações duraram três meses. 

De acordo com unidade regional do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) na cidade, a quadrilha atuaria dentro e fora dos presídios mineiros e alguns de seus integrantes teriam participado de ataques e incêndios a ônibus ocorridos em junho deste ano.

As investigações da operação Balburdia iniciaram em agosto nos municípios de São Gonçalo do Sapucaí, Itajubá, Três Pontas, Três Corações e Passos, todos no Sul do Estado. Os integrantes são suspeitos de integrar e promover organização criminosa e de promover associação ao tráfico de drogas.  

Segundo o Ministério Público do Estado de Minas Gerais (MPMG), ainda não há um balanço parcial sobre a deflagração do ato, que transcorre desde a manhã desta terça.