Uma operação da Polícia Civil cumpre 15 mandados de busca e apreensão em Belo Horizonte, Contagem e Ribeirão das Neves, na Grande BH, na manhã desta segunda-feira (11). O objetivo da ação é tirar de circulação armas de fogo de propriedade do tráfico de drogas.

Um dos alvos de busca é um galpão, local em que foram encontradas diversas mercadorias sem nota fiscal. A polícia irá investigar se tratam-se de produtos ilícitos.

​Foram apreendidos um simulacro de arma de fogo, além de seis veículos (que eram usados como barricadas para atrapalhar a entrada da polícia) e seis celulares, que deverão subsidiar a investigação. 

De acordo com o delegado Rodrigo Bustamante, chefe do 2º Departamento de Polícia Civil em Contagem, 86 agentes da Polícia Civil, incluindo outros 20 guardas civis municipais de Contagem, além de canil e apoio aéreo, atuam na operação, chamada de Sclopetis (armas de fogo, em latim).

Dos 15 mandados, 13 são voltados para a cidade de Contagem, um em Ribeirão das Neves e outro em BH. "O objetivo é localizar armas de fogo utilizadas para a prática de crimes patrimoniais e para a segurança do tráfico de drogas", afirmou Bustamante. Dentre os locais em foco, está a Vila Francisco Mariano, localizada perto do bairro Nacional e região da Pampulha. 

Durante a investigação, a PC identificou que as armas eram comercializadas entre os integrantes de organizações criminosas para prática de crimes. O delegado explicou ainda o objetivo da ação é a diminuição dos índices de criminalidade da Grande BH.