A Polícia Civil em Minas Gerais deflagrou, na manhã desta quarta-feira (31), a operação "Infância Reavida" para combater o crime de exploração sexual infantil em Belo Horizonte, Betim, Contagem, Nova Lima, Ipatinga, Ponte Nova e Barbacena. 

Conforme as investigações, os suspeitos compartilhavam e armazenavam arquivos com cenas de sexo explícito envolvendo crianças e adolescentes. Para coibir a pornografia infantil, os agentes de segurança foram às ruas dos sete municípios para cumprir mandados de busca e apreensão expedidos pela Justiça mineira. 

A corporação não deu detalhes da ação, que está sendo conduzida pela delegada Isabella Franca Oliveira, da Divisão Especializada de Proteção à Criança e ao Adolescente, e informou que o balanço será divulgado no período da tarde.