Uma ação das polícias Civil e Militar e o Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) do Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) para desmantelar uma organização criminosa que agia na explosão de caixas bancários, tráfico, roubos e assaltos a propriedades rurais prendeu 24 pessoas no Centro-Oeste do Estado nesta sexta-feira (7)

 A Operação “Tomahawk” cumpriu 24 mandados de busca e apreensão em Divinópolis e Marilândia, distrito de Itapecerica. "A operação realizada hoje reflete em uma grande ação de intervenção cirúrgica da sua atividade fim de investigação criminal qualificada. O resultado trouxe um saldo muito positivo para a repressão de crimes violentos na região", explica o delegado Leonardo Pio.

O trabalho contou com a participação de 210 policiais com o reforço de 58 viaturas e duas aeronaves. 

Acompanhe as imagens do cumprimento de um dos mandados:

Foram apreendidos 13 veículos; uma garrucha; duas armas brancas; R$ 47.088,00 sendo R$ 37.810,00 em dinheiro e R$ 9.278,00 em folhas de cheque; duas porções e dois cigarros de maconha, 55 celulares, quatro notebooks, um rádio comunicador, uma luneta, dois certificados de registro e licenciamento de veículo (CRLV); três cartões de memória; cinco pen drives; seis relógios; uma capa de colete balístico e fogos de artifício utilizados para retirada de pólvora.

Tomahawk

O nome da operação faz alusão ao nome de um míssil e foi dado em razão das investigações demonstrarem o envolvimento dos suspeitos com explosões a caixas eletrônicos. 

Leia mais:
Doze são presos por explosões e crimes violentos na região Centro-Oeste de Minas