Um mandado de busca e apreensão em duas empresas de peças automotivas foi realizado na manhã desta segunda-feira (21), no bairro Suzana, região Nordeste de Belo Horizonte.

A operação Carretel, comandada pela Delegacia Fiscal de Trânsito de BH (DFT/BH) em parceria com a Advocacia Geral do Estado e a Policia Militar investiga a sonegação de mais de R$ 20 milhões em impostos.

Segundo informações do delegado fiscal de trânsito Marcial Gomes de Melo, as distribuidoras Linha Verde Ltda e Silveira e Crispim Ltda recebiam peças sem nota fiscal e sem o recolhimento do ICMS. A mercadoria era trazida de Estados vizinhos como São Paulo, Rio de Janeiro e Espírito Santo.

"As vendas eram feitas por telefone e pela internet. Geralmente os preços eram 20% mais baratos do que o praticado no mercado", explicou Melo.

A denúncia que deflagrou a operação foi feita anonimamente na DFT de Teófilo Otoni, há cerca de um ano. Desde então, o órgão iniciou as investigações que hoje resultaram nas buscas. 

As empresas foram procuradas pela reportagem, mas não quiseram se manifestar.