Policiais civis, fábricas de placas veiculares, empresários e “laranjas” são alvos da operação One Way, desencadeada pelo Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) e Corregedoria da Polícia Civil em BH e dez cidades mineiras na manhã desta sexta-feira (5).

De acordo com o MP, o objetivo da ação é identificar a prática de fraudes no credenciamento de fábricas e estampadoras de placas, além dos crimes de cartel, associação criminosa, prevaricação e lavagem de dinheiro na capital, Divinópolis, Itaúna, Formiga, Pará de Minas, Bom Despacho, Lagoa da Prata, Santo Antônio do Monte, Itapecerica, Itatiaiuçu e Itaguara.

Até o momento, um homem foi preso e 29 mandados de busca e apreensão cumpridos, além de medidas de bloqueio de valores, sequestro de bens e suspensão das atividades das empresas investigadas.

Leia mais:
Cesta de compras de famílias de renda mais baixa tem queda de preços
Caixa libera nesta sexta 2ª parcela do auxílio para nascidos em junho
Prazo de coleta de dados do Censo da Educação Superior termina nesta sexta