Uma operação conjunta entre a Polícia Militar (PM) e  a Polícia Federal (PF) terminou com dois homens e uma mulher presos na noite da última quarta-feira (7) sob suspeita de comercializarem drogas sintéticas que eram enviadas pelos correios, em Poços de Caldas, no Sul de Minas. Um dos homens detidos foi flagrado no momento em que postava um envelope que continha 300 comprimidos de ecstasy e alguns micropontos de LSD. 

De acordo com a PM da cidade, a PF já fazia uma investigação depois que alguns correspondências com as drogas foram interceptadas pelos Correios, muitas delas com endereços da cidade mineira. A corporação fez então um levantamento na agência da empresa do município, descobrindo as datas das postagens, que levaram até o suspeito detido. 

No momento da prisão, além do pacote que seria postado, no carro dele outro envelope com as mais porções das drogas foi apreendido. O homem preso contou que recebia R$ 100 para fazer a postagem dos embrulhos e, a partir daí, o dono das drogas também acabou identificado e preso.

Os policiais se deslocaram então para a casa do proprietário das drogas, onde foram localizadas porções de maconha, haxixe, mais LSD e envelopes contendo comprimidos de ecstasy. Uma quantidade de dinheiro em espécie também foi apreendido, mas a quantia contabilizada não chegou a ser divulgada pela PM. 

Namorada também foi presa

Na casa do homem indicado como o proprietário das drogas, as corporações localizaram e prenderam a terceira envolvida no esquema, namorada do traficante. A mulher é suspeita de ajudar no preparo das embalagens e, também, no envio das drogas sintéticas. 

O trio foi encaminhado para a sede da PF em Varginha, também no Sul do Estado, e deverão responder por tráfico interestadual, já que muitas das vezes as drogas eram enviadas para outras cidades do país. 

Leia mais:
Operação prende pai e filho suspeitos de vender medicamentos abortivos no Sul de Minas
PF prende em Minas três traficantes que vendiam drogas pelo WhatsApp
Homem é preso após receber cocaína pelos Correios e é flagrado com animais silvestres em casa