Oitocentos policiais federais, 22 radares e 150 bafômetros vão fiscalizar as estradas federais que cortam Minas Gerais no feriado de Páscoa. Começando nesta quinta-feira (18), a Operação Semana Santa 2019 da Polícia Rodoviária Federal vai até o domingo (21). Agentes vão reforçar trechos estratégicos das rodovias para barrar os motoristas infratores. O principal objetivo é reduzir a violência e mortes nas estradas.

As ações desenvolvidas serão focadas em prevenir e diminuir a gravidade dos acidentes, garantir a fluidez do trânsito, além de combater as infrações, especialmente o excesso de velocidade, ultrapassagens proibidas e trânsito pelo acostamento.

Para evitar acidentes, além da fiscalização, a PRF pede aos condutores que dirijam de forma prudente e responsável e pratiquem a direção defensiva.

Acidentes e multas

De acordo com dados da PRF, em 2018, houve 146 acidentes nas estradas no feriado de Páscoa. Nestes, 18 pessoas morreram e outras 144 ficaram feridas. 

Nos quatro dias de Semana Santa do ano passado foram 5.524 veículos fiscalizados durante a operação. Dos 3.650 testes de bafômetro, 61 motoristas foram autuados por embriaguez e 10 terminaram presos. 

Já as multas aplicadas foram 8.738 por excesso do limite de velocidade da via e 592 por ultrapassagem em local proibido. 

Restrições de tráfego

Como medida de segurança e devido ao aumento no fluxo de veículos nas rodovias neste período, a PRF vai restringir o tráfego de bitrens, rodotrens, treminhões, cegonheiras carregadas e veículos com cargas excedentes que necessitem de Autorização Especial de Trânsito (AET), em rodovias federais de pista simples. O tráfego estará impedido na quinta-feira (18), das 16h às 22h; na sexta-feira (19), das 6h às 12h; e, no domingo (21), das 16h às 22h.

Conforme a polícia, o condutor que descumprir a determinação será multado em R$ 130,16 e receberá quatro pontos na carteira (infração
média), além de ter o veículo retido.