A realização de uma operação de combate à criminalidade terminou na detenção de uma mulher e três homens na noite desta terça-feira (6), na Praça 7, no Centro de Belo Horizonte. O quarteto foi autuado por prática de receptação após ser flagrado vendendo medicamento e perfumes de origem duvidosa perto do antigo Cine Teatro Brasil, na esquina entre a movimentada avenida Amazonas e a rua Carijós.
 
De acordo com o aspirante Joaquim Cardoso, da 6ª Companhia do 1º Batalhão da Polícia Militar (PM), dois dos detidos, sendo um casal de adolescentes de 16 anos, foram vistos tentando vender três caixas do suplemento alimentar e vitamínico Centrum. O medicamento foi achado dentro da bolsa da garota e era oferecido aos pedestres pelo homem. "O casal alegou que comprou as caixas por R$ 10 no bairro Santa Mônica e confessou que pretendia vendê-las por R$ 40 cada uma. Para não levantar suspeita, os dois ainda tiraram todas as etiquetas de identificação dos produtos", conta o aspirante.
 
Já os outros conduzidos são dois homens adultos, que foram surpreendidos quando tentavam vender dois perfumes da marca Boticário aos gritos. Ao perceber a presença da polícia, a dupla escondeu os frascos nos bolsos, mas foi abordada na sequência. "Eles afirmaram que apenas queriam revender os perfumes por R$ 50 cada após terem comprado de um desconhecido. Mas, suspeitamos que eles tinham o hábito de comercializar produtos roubados a preço bem abaixo do mercado para atrair as vítimas na região central da capital", explica Joaquim Cardoso.
 
Os adolescentes foram encaminhados ao Centro Integrado de Atendimento ao Adolescente Autor de Ato Infracional de Belo Horizonte (CIA-BH) e os adultos levados para a 2ª Central de Flagrantes (Ceflan).