Torcidas organizadas do Cruzeiro prestaram homenagem nesta quinta-feira (27) ao torcedor Eros Dátilo Belizario, de 37 anos, que morreu nessa quarta (26) durante a partida entre Cruzeiro e Grêmio no Mineirão. Nas redes sociais, os amigos da vítima afirmam que ele foi espancado por seguranças. 

A torcida Pavilhão também irá prestar uma homenagem na tarde desta quinta, no Barro Preto, região Centro-Sul de Belo Horizonte. 

Em nota divulgada nesta quinta-feira no site oficial do Cruzeiro, o clube disse lamentar a morte do torcedor e que irá acompanhar o caso. Veja o comunidado na íntegra.

"A diretora do Cruzeiro Esporte Clube viu com grande tristeza a notícia sobre a morte do torcedor Eros Datilo, na noite passada, no estádio do Mineirão, durante a partida contra o Grêmio.  O Clube está acompanhando de perto os esclarecimentos do fato para que toda a sociedade possa ser informada sobre os motivos que levaram o nosso torcedor a óbito. À família de Eros Datilo fica a solidariedade de todos do Cruzeiro Esporte Clube em um momento de imensa dor."

A Minas Arena emitiu nota explicando que acompanha a apuração do caso. Veja na íntegra:

"A Minas Arena lamenta profundamente o falecimento do torcedor Eros Dátilo Belizardo, ocorrido no Hospital Municipal Odilon Behrens, após a partida entre Cruzeiro e Grêmio, válida pelas semifinais da Copa do Brasil 2016, e se solidariza com a família nesse momento de dor.

A concessionária informa ainda que tem total interesse no esclarecimento do assunto de forma séria e verdadeira e acompanha de perto a apuração dos fatos pelas autoridades competentes".

 

Leia mais:
Hospital afirma que torcedor chegou com múltiplas fraturas
Torcedor do Cruzeiro morre após confusão com seguranças no Mineirão