Os moradores de Ouro Preto e Itabirito, na região Central de Minas Gerais, sentiram um tremor de terra neste sábado (8). Não houve registro de feridos ou de danos às residências e barragens nessas localidades.

De acordo com o tenente-coronel Flávio Godinho, coordenador-adjunto da Defesa Civil de Minas Gerais, o tremor foi relatado pelo Observatório Sismográfico da Universidade de São Paulo (USP) e alcançou índice de 2,1 e 2,7 na Escala Richter, que quantifica a magnitude de um sismo.

Segundo o gestor, o abalo não trouxe consequência estrutural para casas e barragens e não foi necessário enviar equipe do órgão para as localidades.

"Foi feito contato com todos os empreendedores que têm barragens no local e todos afirmaram que não houve abalo na estrutura da barragem", afirmou.

Leia Mais:
Famílias de Ouro Preto e Itabirito vão deixar casas após ampliação de área de risco de barragens
Barragens estão sendo monitoradas 24 horas por dia, diz Defesa Civil de Minas
Justiça bloqueia R$ 100 milhões da Vale para garantir reparo a vizinhos de barragem em Ouro Preto