Com os ovos de Páscoa mais caros este ano, muita gente tem optado por produtos mais em conta para presentear. A alta dos preços aliada à queda do poder aquisitivo dos consumidores fez com que a tecnóloga em radiologia Nara Bernardes, de 40 anos, desenvolvesse um brinde criativo e mais em conta para a Páscoa. A aceitação do produto foi instantânea. Em uma semana, ela vendeu cerca de 400 unidades do "ovo da crise", um chocolate em formato de ovo frito que custa apenas R$ 4 reais.

"Já venho trabalhando no ramo da confeitaria artesanal para complementar a renda e percebi que o poder aquisitivo dos meus clientes caiu muito do ano passado para este ano. A grande maioria deixou de comprar seis ovos para comprar apenas dois, por exemplo. Após pesquisar, arrumei então uma forma de conseguir atender a todos de forma justa e para que ninguém fique sem presente nesta Páscoa", relata. 

Além da opção do ovo no saquinho de plástico ao valor de R$ 4,00, ela também oferece o produto embalado em uma caixinha pelo preço de R$ 9,00. Para os clientes que encomendam os presentes em maior quantidade, ela ainda oferece um desconto e cada ovinho sai a até R$ 3,00. 

"Deste jeito a minha margem de lucro é menor, mas quando 30 unidades são compradas de uma vez, significa que 30 pessoas irão conhecer o meu trabalho", explica. Os ovinhos vem acompanhados de um bilhetinho: "Pensou que ia ficar sem ovo nesta Páscoa?". 

E para ajudar os clientes a economizarem também na gasolina, ela faz uma rota pelas estações de metrôs de BH onde realiza as entregas. "É de fácil acesso para todo mundo e fica mais barato do que se os clientes fossem buscar na minha casa", conta. 

Com o sucesso do produto, Nara não só conseguiu complementar sua renda nesta Páscoa, mas também ajudou uma vizinha que está desempregada. "Ela tem me auxiliado neste trabalho e acaba ganhando uma grana também", conclui. A produtora aceita encomendas pelo instagram @deliciasdadonaonca. 

Ovo da crise

"Ovinhos" podem vir em embalagens de papelão a R$ 9,00 ou em um saquinho por R$ 4,00

Ovo desconstruído

Outra opção mais em conta para presentear na Páscoa são os ovos desconstruídos criados pela doceira Emília Lopes, de 34 anos. que simulam um ovo quebrado e permite ao cliente personalizar o recheio da forma como preferir. 

"O cliente pode montar o próprio ovo aliando os nossos sabores com os opcionais mais variados, uma opção ideal para os fãs de brigadeiro. A ideia surgiu para trazer algo novo para competir no mercado", explica a produtora. 

A ideia tem agradado. Na primeira semana de lançamento do produto, a procura superou a produção. "Tivemos que aumentar a nossa produção para dar conta da entrega de todos os pedidos", conta Emília. Outro atrativo é o preço, a partir de R$ 25,00 de acordo com os acréscimos escolhidos pelo consumidor. Para encomendas, o Instagram é @bonequinhadocesgourmet.

OvoOvos descontruídos permitem recheios e acréscimos do jeito que o cliente quiser

Ovo-empada

Outra ideia criativa nesta Páscoa é o ovo-empada produzido pela salgadeira Bárbara Azevedo, de 26 anos. Com recheios de frango (R$ 30,00) ou bacalhau (R$ 40,00), o "salgado de Páscoa" pesa quase um quilo e agrada o paladar de quem não é muito fã de doces, mas não quer deixar de ornar com a data. 

"Comecei a produzir há cerca de um mês, e tenho vendido bem, principalmente para minhas clientes antigas, que já conhecem o sabor do meu empadão. Percebo que ainda há preferência pelo ovo tradicional de chocolate, mas está sendo bem aceito pelas pessoas que querem algo diferente ou que não gostam de doces", conta. Ela também aceita encomendas no Instagram @lanchesdavovo_

EmpadãoOvo-empada pesa 800g e pode ser recheado com frango ou bacalhau

Leia mais:

Ovo de colher: aprenda a fazer um recheio fácil e prático de palha italiana
Veja o que abre e fecha em Belo Horizonte no feriado da Semana Santa