O primeiro paciente diagnosticado com a variante indiana do coronavírus em Minas Gerais recebeu alta médica nesse domingo (30), em Juiz de Fora, na Zona da Mata Mineira. Ele estava internado e sendo monitorado desde o último dia 22 de maio, na Santa Casa de Misericórdia da cidade.

Conforme informou a Prefeitura de Juiz de Fora (PJF) por meio de nota, o homem apresenta bom estado de saúde e, nesta fase, “já não transmite mais o vírus". Mesmo assim, o paciente foi orientado pela equipe médica quanto aos protocolos pós-alta a serem seguidos, segundo o comunicado. Ainda de acordo com o executivo municipal, o departamento de Vigilância Epidemiológica seguirá monitorando o homem.

O paciente esteve na Índia, onde trabalhava embarcado em um navio. Ele retornou ao Brasil e desembarcou em um aeroporto de São Paulo. De lá, seguiu de carro até a cidade mineira.

Ele teria tido contato apenas com a esposa, que está assintomática e em isolamento domiciliar. A mulher também é monitorada pelas autoridades.

Leia mais:
Sete a cada dez mortes por Covid em Minas ocorreram neste ano
Estado registra mais de 5,5 mil novos casos de Covid-19 nas últimas 24 horas
Exame confirma cepa indiana em paciente internado em Juiz de Fora