Um homem foi preso nesta quinta-feira (21) suspeito de estuprar a própria filha, em Sabará, região Metropolitana de Belo Horizonte. De acordo com a delegada Larissa Nunes, há cerca de um ano Rosimar Fernandes, 37 anos, vinha abusando da filha, de 13 anos. O suspeito é pintor, usuário de cocaína e maconha e tem outros cinco filhos, todos menores. A mãe da vítima disse que nunca suspeitou do marido.
 
Segundo a delegada, há alguns dias, Rosimar confessou para o irmão que havia abusado sexualmente da menina. O irmão do suspeito fez a denúncia à polícia e em menos de uma semana foi cumprido o mandado de prisão. “Ficamos muito sensibilizados e tristes com esse caso. A adolescente está transtornada, chorou muito durante o depoimento e confirmou o estupro”, contou Larissa. Em depoimento, Rosimar também confessou o crime para a polícia e disse que abusou da filha por mais de 20 vezes durante um ano. 
 
De acordo com Larissa, Rosimar se disse arrependido e que tentou se matar três vezes. “Perguntamos a ele se a filha falava alguma coisa durante o ato ele respondeu que sim: 'para, papai', mas ele não parava”, relatou a delegada. O homem falou que aproveitava da ausência da mãe da adolescente para estuprá-la e pedia para que a menina não contasse nada a ninguém. 
 
Uma das filhas do casal disse em depoimento que percebia que o pai se trancava com a irmã no quarto, mas que nunca teve coragem de perguntar o que os dois faziam lá. A mãe da vítima disse que nunca desconfiou de nada, pois nunca notou um olhar diferente do marido para a filha. “Ele dava um de pai de família. Até levava os filhos à igreja”, afirmou Larissa. 
 
Segundo a delegada, os outros filhos não sofreram abuso do pai. Rosimar não tinha nenhuma passagem pela polícia e está preso na Delegacia de Sabará. Se condenado, poderá cumprir mais de 15 anos de prisão por estupro de vulnerável, com o agravante de ser pai da vítima.