Após anos de ausência, um caminhoneiro de 26 anos que vivia em Santa Catarina com a mulher e os filhos aproveitou que viria a trabalho para Belo Horizonte, para apresentar seus filhos ao avô, encontro que infelizmente não chegou a acontecer. Quando estava próximo da casa do parente, no bairro Ribeiro de Abreu, na região Nordeste da capital mineira, o motorista acabou perdendo o controle do veículo em uma descida e desabou em uma ribanceira, fazendo com que ele e seu filho de 5 anos morressem na hora. As outras crianças que estavam no veículo, meninas de 1, 2 e 4 anos, milagrosamente sofreram apenas ferimentos leves. 

De acordo com a Polícia Militar (PM), uma viatura foi acionada por volta das 21h30 e, quando os militares chegaram ao local, o Corpo de Bombeiros já havia socorrido as três meninas para o Hospital de Pronto-Socorro (HPS) João XXIII com leves escoriações. Os bombeiros ainda atuavam para retirar os corpos que estavam presos às ferragens do veículo, que transportava uma carga de sabão. 

Moradores da região relataram aos policiais que o caminhão desceu a rua Marcelo Franco desgovernado, atravessou a rua Camil Caram e caiu no precipício, onde passa um córrego. Com o impacto, o baú com a carga se soltou do chassi e caiu sobre a cabine do veículo, onde estavam pai e filhos. 

O Hoje em Dia conversou com uma mulher de 49 anos que é moradora do bairro. Ela conta que estava em casa na hora do acidente e que, ao ouvir o barulho, pensou que alguma casa tivesse desabado. "Saí na rua e vi aquele tanto de gente e fui perguntar o que era. Quando cheguei lá, vi o caminhão todo destruído. O pessoal começou a ouvir choro de criança e desceu lá para tirar a carga de cima da cabine e tentar salvar alguém. Mas antes disso os bombeiros chegaram e fizeram o resgate", detalhou a testemunha. 

Segundo ela, que vive no local há 25 anos, nunca tinha presenciado esse tipo de acidente ali. "Já vi meninos caírem ali de bicicleta, mas nem carro nunca aconteceu. A descida onde ele se descontrolou é realmente muito forte, mas o que mais impressiona é que ele conseguiu desviar das casas que tinham dos dois lados antes de cair na ribanceira. Ele era neto de um morador aqui do bairro, todo mundo conhece ele, o que deixou a gente ainda mais triste", lamentou a moradora. 

Para evitar o roubo da carga, que ficou espalhada pelo local, uma viatura da PM foi mantida próximo ao acidente. 

Avô foi até o local após ouvir barulho

Ainda conforme a PM, instantes após o acidente, um homem de 66 anos chegou até o local e acabou descobrindo que o motorista de 26 anos, que morreu no acidente, era seu neto. O senhor contou aos militares que havia conversado com o jovem mais cedo e que ele relatou que foi fazer uma entrega em Betim e que já estava nas proximidades de sua casa.

Segundo o homem, o neto não vinha até BH há muitos anos, pois vivia em Santa Catarina, e que iria passar a noite em sua casa para que seus bisnetos fossem apresentados. Após algum tempo sem notícias dos parentes, tendo escutado um forte barulho e movimentação de viaturas, ele foi até o local onde se deparou com a tragédia. 

Apesar de não conhecer a mãe das crianças, o familiar informou à PM que iria entrar em contato com ela. O local do acidente foi periciado e as causas serão investigadas pela Polícia Civil (PC).

Leia mais:
Entorno da rodoviária de BH tem trânsito lento na saída do feriado da Semana Santa
Motoristas enfrentam lentidão em estradas que cortam BH na saída da Semana Santa
Dois acidentes complicam trânsito e deixam um ferido na BR-040 na véspera do feriado