Os comerciantes Luiz Nunes da Silva, 39 anos, e Mesquita Bosco Silva, 37 anos, passaram por um grande susto na tarde de quinta-feira (3). Eles são pais de Luiz Felipe, 14 anos, um dos passageiros do micro-ônibus da linha 70, que foi atingido pelo desabamento do viaduto "Batalha dos Guararapes". O veículo se chocou com a estrutura após sua queda, causando a morte de sua motorista Hannah Cristina, de 25 anos.

Para o alívio do casal, que é dono de uma lanchonete no bairro São João Batista, próximo ao local do acidente, o filho teve apenas escoriações leves no rosto e já está em casa. Com o garoto em segurança, eles passaram a acompanhar o trabalho de resgate do Corpo de Bombeiros no local, na madrugada desta sexta-feira.

"Meu filho estava indo pra casa da avó quando o viaduto desabou. Liguei pra minha irmã para falar do acidente e ela me disse que ele estava no ônibus e que tinha ligado para ela. Fiquei desesperado, mas ainda bem que ele não teve nada grave. Não sei nem explicar o que senti na hora", disse o pai. "Fiquei sem chão, sem saber o que fazer. Fico feliz por meu filho estar bem, mas agora estou assustada. Estou aqui para ver o desfecho dessa história que mexeu com a vida de todo mundo", completou a mãe.

Confira a galeria de imagens do resgate:

Bombeiros trabalham na retirada do carro que ficou preso sob o viaduto "Batalha dos Guararapes".  A perfuração do asfalto ao redor do carro, que foi esmagado com a queda da estrutura na tarde desta quinta-feira (3), na Avenida Pedro I segue durante a madrugada. A estratégia da operação é perfurar o solo e puxar o veículo preso por baixo do viaduto.  A primeira tentativa de usar macacos hidráulicos para sustentar a estrutura e puxar o veículo falhou. Um caminhão pipa foi enviado ao local para auxiliar nos trabalhos de perfuração, utilizando a pressão da água.

Assista ao vídeo do momento em que o viaduto na avenida Pedro I desabou em Belo Horizonte:

 

Após trabalharem por mais de 6 horas, os Bombeiros conseguiram tirar o carro que estava preso embaixo do viaduto "Batalha dos Guararapes", que desabou na tarde de quinta-feira (3) na avenida Pedro I, no bairro São João Batista, em Belo Horizonte. Após tentarem sem sucesso erguer a estrutura para retirar o veículo, os bombeiros precisaram cavar o caminho pelo asfalto e depois usaram um cabo de aço acoplado em uma das máquinas para puxá-lo. Apenas o  condutor harlys Frederico Moreira do Nascimento estava no veículo. Ele era morador da cidade de Lagoa Santa, na região norte da Grande BH. O helicóptero da corporação está no local caso a vítima seja retirada com vida.

"Fizemos tentativas de retirada do carro com macacos hidráulicos, mas não houve grande movimentação. Agora estamos fazendo o que chamamos de remoção hidráulica. As máquinas perfuram o solo abaixo do carro e usam a água para limpar ", explicou a assessora de imprensa do Corpo de Bombeiros, capitão Jordana de Oliveira. "O trabalho é feito com muito cuidado pq não queremos abalar mais a estrutura", completou.

O viaduto pesa 2.500 toneladas e tem 150 metros de extensão por 3 metros de espessura. Ele ficava situado a 5,5 metros do chão. São 70 homens e três máquinas trabalhando na operação de resgate. Segundo a militar, não há uma mobilização deste porte na corporação desde o grave acidente que matou 69 operários e feriu outros 100, no dia 4 de fevereiro de 1971, quando um pavilhão que estava em construção no Parque de Exposições da Gameleira desabou durante as obras.

Eventos cancelados

Após o decreto de 3 dias de luto pela Prefeitura de Belo Horizonte, relativos à queda do viaduto ocorrida nesta quinta-feira (3), na Avenida Pedro I, a Fan Fest que aconteceria nesta sexta-feira (4), no Expominas, foi cancelada. O evento aconteceria durante os jogos das seleções de França x Alemanha e Brasil x Colômbia, pelas quartas de final da Copa do Mundo.
 
Pelo mesmo motivo, os eventos listados abaixo também foram cancelados:
 
- Savassi Cultural
- Conexão BH - Cidade da Música, Cidade do Mundo
- Samba da Quadra - A Copa é em BH
- Casa da Copa - Budmansion
- Point da Brahma  Praça JK • Jogos do Brasil na Copa
- Espaço Oi no Mercado Central

(*)Com Álvaro Castro - Hoje em Dia