Crianças, jovens, adultos e idosos. Netos, filhos, pais e avós. O Carnaval de Belo Horizonte também reuniu gerações de famílias.

Nos blocos temáticos, como o Unidos da Estrela da Morte, que faz homenagem à saga Star Wars, essa percepção era ainda mais nítida. 

No último sábado, o grupo desfilou pelas ruas do bairro Floresta, na região Leste da metrópole. Por lá, a banda improvisada tocava com dedicação sob a garoa que caía, no último sábado, mas não atrapalhava a festa. 

carnaval folia bloco rua criança
“Carnaval está no sangue da nossa família, por isso trouxemos a Maria Flor, de 1 ano, para já se acostumar”, diz Valéria Souza e família

Uma barraca foi montada apenas para proteger os equipamentos de som enquanto dezenas de pessoas confraternizavam o amor pela obra do cineasta George Lucas.

Dentre elas estava a técnica de informática Roberta Impellizieri, que levou o filho Arthur para curtir a folia mesmo com chuva. Ela falou que a paixão pela trama começou com o menino e acabou contagiando toda a família. 

“Ele acabou influenciando os primos e também a mim. Hoje, ele sai a caráter e faço o mesmo. É muito divertido”, completa Roberta.

Leia mais:

Carnaval de BH bate recorde, prega o respeito e supera as expectativas

Desfile de musas e musos: os mais belos e belas que passaram pela cidade