O início da noite em Belo Horizonte nesta segunda-feira (3) é marcado por fortes rajadas de vento, de até 100 km/h, e pancadas de chuva em diversos pontos da capital mineira. A Defesa Civil da capital divulgou um alerta, válido até a manhã desta terça-feira (4), pedindo atenção redobrada de quem transita pela cidade. Há registro de queda de pelo menos três árvores até o momento.

Algumas ocorrências relacionadas à chuva já estão sendo registradas pelo Corpo de Bombeiros. Segundo a corporação, há uma caixa d'água que estaria pendurada com risco de cair devido à forte ventania no bairro Novo Eldorado, em Contagem, Região Metropolitana de Belo Horizonte. Também chegou ao Corpo de Bombeiros uma demanda sobre um telhado de zinco que teria sido arrancado de uma casa e caído sobre a rede elétrica no bairro Colonial, em Ribeirão das Neves.

De acordo com a corporação, há registro de queda de árvore no bairro Santa Cruz, região Nordeste da capital. Além dela, outras duas ocorrências foram relatadas ao Hoje em Dia, sendo uma próxima ao cruzamento das avenidades Getúlio Vargas e Afonso Pena, e a outra na rua Dias Adorno, bairro Santo Agostinho. Ambas na região Centro-Sul. Em todos os casos, ainda não há informações sobre vítimas. 

Queda de energia

A força da ventania também fez com que alguns bairros ficassem no escuro. De acordo com a Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig), os bairro Cidade Nova, Nordeste de BH, e os da região Pampulha foram os mais atingidos. "As equipes estão atuando na normalização do fornecimento  e devem trabalhar ao longo da noite até o restabelecimento completo", informou a companhia.

Chuva em BH

Segundo a Defesa Civil de BH, no período entre 18h40 e 20h choveu mais do que o esperado para o mês de junho em duas regionais: Barreiro e Centro-Sul. Na primeira, o volume foi de 15,2 mm (157%). Na segunda, o número chegou a 10,6 (109%). Confira os números de cada regional:

Barreiro - 15,2 (157%)
Centro Sul - 10,6 (109%)
Leste - 4,2 (43%)
Nordeste - 6,6 (68%)
Noroeste - 8,0 (82%)
Norte - 3,8 (39%)
Oeste - 9,6 (99%)
Pampulha - 6,8 (70%)
Venda Nova - 9,2 (95%)

Uma publicação feita no perfil oficial da Defesa Civil de BH, às 20h16, mostrava que a chuva já havia cessado nas regionais Pampulha e Noroeste. Nas outras, a intensidade era fraca (0,1 a 1,0 mm).

Mais cedo, a Defesa Civil havia feito um comunicado sobre a alteração no clima em BH. Conforme o órgão, até as 8 horas de terça-feira (4), são esperados 20 milímetros de água, além de rajadas de vento em torno de 40 km/h. "Áreas de instabilidade (em torno de 220 km) encontram-se em deslocamento de Oeste e Sudoeste, em direção a Belo Horizonte e Região Metropolitana, por isso está mantida a possibilidade de chuvas, nas próximas horas", explicou a Defesa Civil.