As doações de leite humano caíram consideravelmente nos últimos meses devido à pandemia da Covid-19, dificultando o abastecim[/TEXTO]ento dos estoques na Odete Valadares, uma das maiores maternidades públicas de Minas. Lá, é preciso aumentar o volume em pelo menos 30%, segundo a Fundação Hospitalar de Minas Gerais (Fhemig).

Referência em gestação de alto risco e no acolhimento às gestantes e recém-nascidos, a unidade de saúde readequou os procedimentos de cadastro de doadoras e de coleta domiciliar. Em setembro do ano passado, mais de 300 litros de leite foram recebidos. No entanto, o cenário mudou com o avanço do coronavírus. Em fevereiro, foram captados 168 litros e em março, 143 litros, o que é insuficiente para atender a demanda de, em média, 130 crianças.

“Mesmo em tempos de pandemia, os bancos de leite continuam trabalhando. Por isso, devemos estimular e garantir a doação do leite excedente com segurança e tranquilidade”, disse a coordenadora do Banco de Leite Humano da Odete Valadares, Maria Hercília Barbosa.

A servidora reforça que o processo é seguro. “Na própria triagem perguntamos se a doadora ou alguém da família está com sintomas gripais. As orientações são dadas por telefone e os exames são enviados por e-mail”. Caso os resultados não apresentem nenhum risco, a mulher recebe, na porta de casa, o kit para coleta, que acompanha touca, máscara e vidro esterilizado.

“Pedimos que as mães continuem doando seu excedente de leite, continuem nos ajudando nessa causa, que é de toda a sociedade. Quem souber de alguma mãe que está com excedente de leite, indique um banco de leite e ajude a salvar vidas”, afirma Maria Hercília Barbosa, coordenadora do Banco de Leite da Odete Valadares

Podem doar leite materno todas as mulheres saudáveis que estejam com excedente e exames de pré-natal negativos. Aquela que tiver se infectado pela Covid-19 e já se recuperou, passado o período de isolamento de 15 dias, também pode ajudar, assim como as vacinadas.

Importância
A doação de leite é essencial para salvar bebês prematuros ou doentes, pois fornece anticorpos necessários para o fortalecimento do sistema imunológico. Além disso, protege contra diarreias, infecções respiratórias e alergias. Também diminui o risco de hipertensão, colesterol alto e diabetes. 

Para realizar o cadastro, basta ligar para o Banco de Leite Humano: (31) 3337-5678 ou 3298-6008.