Um homem de 20 anos foi preso e um adolescente de 16 foi apreendido por serem suspeitos de fazer uma família refém durante uma operação policial em um conjunto habitacional no bairro Palmital, em Santa Luzia, na madrugada deste sábado (10).

De acordo com a Polícia Militar, chegaram denúncias de que homens armados atrás do bloco 25 do conjunto estavam armados e se preparavam para um confronto com traficantes de um bairro vizinho. A região seria, neste momento, alvo de uma guerra no universo do tráfico de drogas.

Ao chegar, policiais viram várias pessoas correrem e viram duas pessoas entrarem no bloco 27. Os militares decidiram, então, bater de porta em porta, atrás dos suspeitos. Em um apartamento, a exigência da polícia de abrir a porta não foi atendida.

Por um buraco na porta, os policiais viram que havia um homem sentado no sofá. Também perceberam uma movimentação de um adolescente já conhecido pelos policiais dentro do apartamento. Ao concluir de que a família poderia estar sendo feita refém, a polícia decidiu entrar.

Dentro do apartamento, foram detidos os dois suspeitos e quatro reféns (três mulheres e um homem). Em cima de uma das camas, foram encontradas uma submetralhadora e uma pistola, que teriam sido usadas pelos detidos. Também foram encontrados sete pinos de cocaína e o menor confessou ser o dono da droga.

De acordo com a família, os homens bateram e a porta foi aberta. Os dois entraram armados no apartamento e disseram que a porta não poderia ser aberta para a polícia em hipótese alguma.

O caso foi encaminhado à delegacia de Vespasiano e a mãe do adolescente foi chamada para acompanhá-lo.