É reaberto à população, nesta quinta-feira (3), o parque Aggeo Pio Sobrinho, no bairro Buritis, na região Oeste de Belo Horizonte. A exemplo do que já acontece no Jardim Zoológico, os visitantes terão de apresentar documento de identidade juntamente com o cartão de vacina original para comprovar a imunização contra a febre amarela há mais de dias.

A gerente de parques das regionais Barreiro e Oeste da prefeitura de Belo Horizonte, Edanise Reis, é a responsável pelo local, e explica porque a administração do parque vai exigir dos visitantes o comprovante de vacinação. “É uma medida de segurança coletiva num período de surto da doença. Uma pessoa que não se vacina e adentra uma área verde pode levar o risco de contaminação para toda a cidade. Por isso, é importante a mobilização e apoio de todos nessa campanha”, comenta Edanise.

De acordo com a Fundação de Parques Municipais e Zoobotânica de Belo Horizonte (FPMZB), o parque Aggeo Pio foi interditado no dia 23 de janeiro deste ano, durante o surto da febre amarela, e recebeu melhorias no período em que esteve fechado.

Com mais de 600 mil metros quadrados e um aspecto de vale, no local, além de rica fauna e flora, existem três nascentes que formam o córrego Ponte Queimada, afluente do córrego Cercadinho, pertencente à bacia do Ribeirão Arrudas. Como opções de lazer, o parque oferece brinquedos, quadra poliesportiva, pista de caminhada e trilha ecológica, além de áreas de convivência.

Serviço

Horário de funcionamento: de terça-feira a domingo, das 8 às 18 horas. 
Localização: avenida Prof. Mário Werneck, 2691, bairro Buritis.
Informações: 3277-6828
Entrada gratuita.