Com a autorização da Prefeitura de Belo Horizonte (PBH), parques temáticos e de diversão voltam a funcionar na capital mineira a partir de quinta-feira (18). É o caso do Guanabara, na região da Pampulha, que depois de 11 meses será reaberto ao público no horário tradicional, de quinta a domingo, das 13h às 22h.

Segundo o empresário Reinaldo Pereira, sócio-proprietário do parque, a expectativa é de boa movimentação na volta às atividades. “As pessoas estão cansadas de toda essa clausura, então imaginamos um movimento bom. Mas ainda há um temor com a pandemia, apesar de ter começado a vacinação, muitas pessoas estão desprotegidas e temem a doença”.

Visando atrair mais pessoas, a administração optou por reativar três brinquedos infantis que estavam desabilitados: a Floresta Encantada, a Xícara Maluca e a Roda Palhaço. No entanto, Pereira ressalta que as atrações do parque atendem não só a esse público, mas a todas as idades.

Apesar da esperança com o retorno das atividades, ainda há um sentimento de preocupação. De acordo com Reinaldo, mesmo parado, os gastos do empreendimento foram altos, cerca de R$ 400 mil por mês. Para ajudar com os custos, foi necessário recorrer ao auxílio do governo, que arcou, até a virada do ano, com 70% dos salários dos 106 funcionários.

“Nossas reservas acabaram. Tivemos que fazer empréstimos na casa dos R$ 2 milhões. Então ficamos na expectativa, dia após dia, de reabertura”, disse o empresário.

Mesmo fechado, a equipe de manutenção continuou as atividades para que, ao sinal verde da prefeitura, o parque pudesse ser aberto o mais rápido possível. “Sete funcionários continuaram, semana após semana, fazendo toda a manutenção periódica dos equipamentos”, afirmou.

De acordo com Reinaldo, o Guanabara deve funcionar de quinta a domingo, de 13h às 22h. Conforme o movimento, também poderá ser aberto às terças e quartas. Antes da pandemia, passavam pelo parque cerca de 40 mil pessoas por mês.

Sinal verde da PBH

Em 5 de fevereiro, a PBH autorizou a reabertura dos parques temáticos e de diversão. As medidas que visam combater a disseminação da Covid-19 foram divulgadas no Diário Oficial do Município (DOM) no sábado (13). 

Não há restrição de horário, mas os estabelecimentos deverão seguir os protocolos sanitários. Entre as regras previstas, está a obrigatoriedade do uso de máscaras, a distribuição de álcool em gel pelo parque e redução da capacidade dos brinquedos.

Leia também:

Tempo chuvoso deve permanecer ao longo da semana em BH; confira a previsão
Prazo para efetivação de matrícula na rede estadual termina nesta segunda-feira