Para fechar a ação que levou os acordes das tradicionais bandas de música à capital mineira, o

abre suas portas para as últimas apresentações do II Encontro de Bandas de Música, projeto desenvolvido pela Secretaria de Estado de Cultura (SEC) e a Companhia de Desenvolvimento de Minas Gerais (Codemge).

O terceiro espetáculo, da série de três, acontece neste sábado (30), às 10h, no centenário parque belo-horizontino, em frente ao Teatro Francisco Nunes.

O evento vai contar com a participação da Corporação Musical União Operária, de Nova Lima (Território Metropolitano), da Filarmônica do município de Santa Cruz do Escalvado (Território Caparaó) e da Sociedade Musical Santa Cecília, do município de Mariana (Território Metropolitano). A entrada é gratuita.

A iniciativa faz parte do programa Banda de Minas, edital da Secretaria de Estado de Cultura que atua na promoção, valorização e permanência das bandas civis e militares por meio da doação de instrumentos musicais, vestimentas e indumentárias, realização de oficinas, e outras ações de fomento a essa tradicional manifestação artística.

Além das apresentações musicais, o encontro deste sábado vai contar com a solenidade de entrega de instrumentos referente ao edital 2017 do Bandas de Minas. A centenária Corporação Musical União Operária, que se apresenta na festa, é uma das 74 bandas contempladas no certame do ano passado.

Com 118 anos de história, a Sociedade Musical Santa Cecília também foi uma das vencedoras da última seleção e fará ressoar seus acordes pelo Parque Municipal. Para o presidente da banda marianense, José Antônio Roberto, a doação dos equipamentos musicais são essenciais para a continuidade dos trabalhos e demonstra a importância da iniciativa para o fomento dessa manifestação artística.

“As pessoas não imaginam o quanto esses instrumentos são importantes para nós. A banda tem por volta de 50 músicos e adquirir instrumentos de qualidade é praticamente impossível pelo alto custo dos equipamentos. Com a doação nós mantemos nossas atividades e a Sociedade Musical Santa Cecília pode levar ao público apresentações cada vez melhores”, pontua José.

Com aproximadamente 700 bandas de música espalhadas por seus territórios, Minas Gerais é o estado com maior número de registro deste tipo de banda, sendo reconhecido como um celeiro de músicos desta tradição. De acordo com o secretário de Estado de Cultura, Angelo Oswaldo, “as bandas civis e militares são um importante componente cultural e de fomento à formação de músicos em todo o estado. Elas contribuem para manter a música viva na emoção de cada cidade”.

A última série de apresentações do Encontro de Bandas de Música 2018 conta com o apoio da Prefeitura de Belo Horizonte, que cedeu o Parque Municipal para a realização do evento.

Encontro de Bandas de Música 2018 

A série de três eventos do II Encontro de Bandas de Música teve início no dia 16 de junho, na Praça Duque de Caxias, no bairro Santa Tereza, com a apresentação da Associação da Banda de Música, de Jaboticatubas (Território Metropolitano), da Banda de Música União dos Artistas, localizada em Sete Lagoas (Território Metropolitano), e da Sociedade Musical Santa Cecília, de Conselheiro Lafaiete (Território Vertentes). 

Já no dia 23 de junho, a iniciativa ocupou o Centro de Cultura Presidente Itamar Franco, que abriga a Orquestra Filarmônica de Minas Gerais, a Rede Minas, a Rádio Inconfidência e a Mineiraria: a casa da gastronomia mineira. Participaram da segunda etapa do projeto a Corporação Musical Euterpe Operária, localizada em Lavras (Território Sul), a Corporação Musical Santa Cecília, do município de Tabuleiro (Território Mata) e a Banda Sinfônica do Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais.

Programa Bandas de Minas

O edital, realizado pela Secretaria de Estado de Cultura, com recursos da Companhia de Desenvolvimento de Minas Gerais (Codemge), atua na promoção, valorização e permanência das bandas civis de música, por meio de doações de instrumentos musicais e kits de partituras, bem como a realização de cursos e oficinas de capacitação de acordo com sua disponibilidade de recursos. O programa também dá suporte às corporações musicais com a doação de vestimentas e indumentárias.

O edital 2017 contou com algumas inovações, como a inserção das bandas militares em seu escopo. O programa disponibilizou R$ 1 milhão para a compra de aproximadamente 696 instrumentos para Bandas Civis de Música de Minas Gerais como forma de contribuir para a manutenção e o aperfeiçoamento desta tradicional manifestação artística.

Ao todo, 74 bandas civis e duas bandas militares foram contempladas e agraciadas com diversos instrumentos, entre os quais bombardão, bombardino, bumbo, clarinete, flauta, pratos, saxofone, sousafone, trombone de vara, trompa e trompete.

Serviço:

Data: 30 de junho de 2018 (sábado)
Horário: 10h
Local: Parque Municipal Américo Renné Giannetti (Avenida Afonso Pena, 1377 - Centro, Belo Horizonte/MG)

Bandas:
- Corporação Musical União Operária, da cidade de Nova Lima (Território Metropolitano);
- Filarmônica do município de Santa Cruz do Escalvado (Território Caparaó);
- Sociedade Musical Santa Cecília, de Mariana (Território Metropolitano).