Belo Horizonte recebe pela primeira vez o Festival de Presépios, que até então só era realizado em cidades do Rio de Janeiro. O local escolhido para abrigar as obras de 20 artistas plásticos foi o Parque Municipal. A exposição, conforme a Fundação de Parques, já é considerada a maior a céu aberto do mundo e, por isso, foi indicada ao Guiness Book, o Livro dos Recordes.

Além das imagens, que retratam a diversidade cultural brasileira, seis telas de renomados pintores, reproduzidas em lonas em formato de pirâmides, também estão em exposição. As obras podem ser visitadas até 26 de dezembro, de terça-feira a domingo, das 6h às 18h. A visitação é gratuita.

Quem visitar o Parque Municipal poderá conferir, também, o já tradicional Presépio Sustentável, que neste ano completa 10 anos. As obras de arte que retratam parte da história do nascimento do menino Jesus foram criadas pelos próprios funcionários .

Os personagens de José, Maria, os três reis magos, o pastor, o anjo, a vaquinha, a ovelha, o burro e o galo foram produzidos com materiais recicláveis. Em 2015, com o tema “Paz e Caridade”, as roupas das figuras são em tons claros e leves.

De acordo Joana Aparecida Teixeira, ajudante de serviço operacional e idealizadora do presépio, “o objetivo é contar a história de Jesus, além de despertar nas pessoas bons sentimentos e a leveza de espírito. Refletir como podemos ajudar com as questões atuais sobre o Brasil e o mundo”, conclui.

O presépio está instalado próximo à entrada principal do parque, na avenida Afonso Pena, e ficará exposta até 6 de janeiro de 2016.