Principal vocalista do Trio Parada Dura, o cantor Eduardo Borges, conhecido como Parrerito, morreu aos 67 anos por complicações do novo coronavírus. Há mais de duas semanas, o músico estava internado em um hospital particular de Belo Horizonte, mas, na noite desse domingo (14,) não resistiu.

Parrerito recebeu o diagnóstico de infecção em 29 de agosto e, no mesmo dia, foi internado. Três dias depois foi transferido para a Unidade de Terapia Intensiva (UTI) após sofrer um mal súbito. O cantor, que chegou a ter 50% do pulmão comprometido, era do grupo de risco do coronavírus pela idade e por ser diabético.

"Igual a andorinha, Parrerito parte voando e deixa um Brasil inteiro já com saudade de sua voz que por quase quatro décadas marcou gerações no Trio Parada Dura. Ficará para sempre em nossos corações e na memória da música sertaneja", diz nota publicada pelo grupo sertanejo.

Parrerito deixa mulher, filhas e netas.

Homenagem

Nas redes sociais, fãs do cantor prestaram homenagem. O sertanejo Gusttavo Lima escreveu: "Que Deus o tenha... Descanse em paz grande Parrerito!!!". O músico Leonardo também usou a internet para fazer um tributo a Parrerito. "Tenho tantas histórias pra contar de você, meu amigo do peito. Obrigado por tudo que fez por mim e meu eterno irmão Leandro. Principalmente por nossa música sertaneja ! Descanse em paz".