Shoppings e galerias serão reabertos em Betim, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, a partir desta quarta-feira (29). De acordo com a prefeitura, poderão funcionar lojas que estão dentro dos centros comerciais e se adequam às exigências da Onda Verde, do Minas Consciente. Segundo o programa do governo de Minas, cidades da região Central do Estado só podem permitir funcionamento de serviços essenciais. 

A administração municipal informou que poderão funcionar farmácias, óticas, bancos, lavanderias, lotéricas, atendimentos de saúde, vendas de alimentos, lojas de manutenção e de equipamentos de segurança do trabalho, material de construção e igrejas. A lista completa de estabelecimentos que podem abrir as portas na onda verde pode ser conferida aqui

A prefeitura de Betim informou que restaurantes e bares poderão funcionar sem a venda de bebidas alcóolicas e, nestes estabelecimentos, o atendimento deve ser nas modalidades delivery ou retirada no local, conforme previsto no protocolo do Minas Consciente específico para restaurantes, bares e padarias.

A prefeitura informou que a decisão foi tomada depois que o procurador geral do Município, Bruno Cyrpriano, realizou consulta à Advocacia Geral do Estado (AGE). 

Betim é a sexta cidade mineira com maior número de mortos por Covid-19 – foram 81 óbitos confirmados até o momento. De acordo com a prefeitura, são 2.377 casos, sendo que 289 são referentes a pacientes ainda em fase de acompanhamento (internação ou isolamento domiciliar). A cidade tem 85 leitos de UTI reservados a pacientes com novo coronavírus - com taxa de ocupação de 79%. Mais 20 leitos de terapia intensiva devem ser ativados nos próximos dias. 

De acordo com o Governo de Minas, só serão permitidas, nos shopping centers, as retomadas das atividades comerciais liberadas pelo plano Minas Consciente de acordo com as ondas estabelecidas por cada macrorregião de saúde. "O protocolo que deve ser adotado para os empresários que gerenciam Shopping Centers (Gestão e administração da propriedade imobiliária (Shopping) pode ser acessado na aba para Empresários do site. Além disso, cada estabelecimento, no interior dos shoppings, deve seguir o protocolo indicado para a sua atividade", afirmou o governo.

Leia mais:
Redução da taxa de transmissão em Minas aponta para regressão da pandemia