A prefeitura de Belo Horizonte quer atingir a marca de oito mil vagas na educação infantil até o final do ano, segundo informações divulgadas nesta terça-feira (6) pela assessoria de comunicação do órgão. Em 2017, de acordo com a PBH, foram abertas cerca de 6.400 vagas em unidades próprias e em creches parceiras. "Todas as salas ociosas foram equipadas para receber os alunos. Além disso, as turmas com número pequeno de estudantes foram remanejadas, dentro dos limites legais, para permitir a liberação de salas e, consequentemente, propiciar a abertura de novas turmas", esclareceu em nota. 

No segundo semestre, a prefeitura pretende inaugurar dois novos espaços: a Umei Ribeiro de Abreu, no bairro Ribeiro de Abreu, que está em fase final de construção, além do anexo da Umei Goiânia, no bairro Goiânia, que passa por reformas. Nessas duas novas unidades, será possível a criação de 300 novas vagas. As obras da Umei Jardim Montanhês, que estavam paradas desde 2014, também devem ser retomadas. 

E a PBH avaliou ainda a possibilidade de criação de novas vagas em creches parceiras. Atualmente, são 193 creches conveniadas e, em todas elas, foi verificado o potencial de ampliação de turmas, conforme informações da administração municipal. 

Leia mais:
‘Temos em torno de 19 mil crianças nas filas das Umeis’, diz secretária de educação de BH
Umeis e escolas públicas estão fechadas em BH; professores aderem à greve nacional