Belo Horizonte contará, a partir desta quinta-feira (29), com um grupo integrado de combate ao Aedes aegypti. O mosquito é responsável pela transmissão da dengue, febre chikungunya e zika vírus. A ação foi publicada em decreto nesta edição do Diário Oficial do Município (DOM), assinado pelo prefeito Alexandre Kalil (PHS). 
 
De acordo com a publicação, a criação do grupo visa intensificar o combate ao vetor, para reduzir os riscos das três doenças, além da febre amarela urbana. O grupo, segundo o decreto, será responsável por monitorar e coordenar as atividades de combate ao Aedes na capital. Além disso, o conjunto vai articular ações de prevenção às enfermidades com municípios da Região Metropolitana e com a Secretaria de Estado e Saúde (SES).

Na lista de ações que podem ser realizadas está a entrada forçada de agentes comunitários de saúde em imóveis públicos e particulares. A medida só será executada "quando se mostrar essencial para contenção das doenças transmitidas por esse vetor". 

O grupo é coordenado pela Secretaria Municipal de Saúde (SMS). Compõem a equipe membros da Secretaria Municipal de Assuntos Institucionais e Comunicação Social, Secretaria Municipal de Obras e Infraestrutura, Subsecretaria de Proteção e Defesa Civil, Secretaria Municipal de Educação, Subsecretaria de Fiscalização da Secretaria Municipal de Políticas Urbanas e Superintendência de Limpeza Urbana. 

Registros 

Balanço da SMS, divulgado na semana passada, mostra que Belo Horizonte registrou 391 casos de dengue neste ano. A conta, no entanto, pode ser maior, já que outros 630 pacientes aguardam resultados de exame.

Em relação aos pacientes vítimas de chikungunya, o executivo municipal confirma 19 casos. Destes, dez foram contraídos na metrópole e, em nove situações, os pacientes foram contaminados em outras cidades.

No caso do Zika Vírus, três pacientes foram diagnosticados com a doença. 

Leia mais: 

Altas temperaturas, chuva e novo vírus obrigam ações urgentes contra o Aedes aegypti
Começa hoje Semana Nacional de Combate ao Aedes aegypti