A Prefeitura de Belo Horizonte vai dobrar o valor de repasse para o Hospital Risoleta Tolentino Neves para garantir o funcionamento da unidade de saúde. A definição ocorreu na tarde desta quinta-feira (26), durante reunião entre o prefeito da capital, Alexandre Kalil, e o reitor da UFMG, Jaime Ramírez. 

Neste ano, o município vai repassar mensalmente R$ 3 milhões para o hospital. Até então, o valor destinado para a unidade era R$ 1,5 milhão. "A parte financeira do hospital esta equacionada para o ano de 2017. A prefeitura está assumindo a parte que resta do financiamento para o hospital funcionar em sua plenitude", afirmou o reitor.

De acordo com Jaime Ramírez, em 2017, serão repassados para o hospital R$ 13,8 milhões por parte do Estado, o mesmo valor por parte do Ministério da Saúde, e R$ 3 milhões por parte da Prefeitura.

Leia mais:
Kalil reunirá com reitor da UFMG para tratar da situação do hospital Risoleta Neves