A Prefeitura de Belo Horizonte iniciou o cercamento de pontos da lagoa da Pampulha nesta quarta-feira (8). O objetivo é diminuir a circulação de pessoas na orla durante a pandemia de Covid-19. Nesta quinta (9), todos os estabelecimentos não essenciais da cidade também serão fechados por meio de decreto.

De acordo com a PBH, devido à longa extensão da lagoa, foram cercados apenas pontos estratégicos, sendo eles o entorno da Igrejinha da Pampulha, da Praça Geralda Damatta Pimentel (Praça da Pampulha), dos mirantes, da academia da cidade e dos estacionamentos do Parque Ecológico.

A prefeitura ainda informou que os pontos sem cerca serão monitorados pela Guarda Municipal de BH por meio de rondas em viaturas e também com agentes a pé.

Nesta quarta, subiu para 14 o número de mortes confirmadas associadas à Covid-19 em Minas Gerais.

cercamento lagoa

Segundo PBH, agentes também farão fiscalização a pé

Leia mais:
Jovem com coronavírus dá festa para 20 pessoas e pode pegar seis anos de prisão em Fabriciano
BH poderia precisar de 15 mil leitos já nesta quarta se não fizesse isolamento social, revela UFMG
Laboratório brasileiro desenvolve teste nacional para Covid-19 com precisão superior a importados