Considerando a impossibilidade de retorno das aulas e das atividades econômicas, a Prefeitura de Belo Horizonte informou nesta terça-feira (30) que vai prorrogar para os meses de julho e agosto a distribuição de cestas básicas e kits de higiene para famílias de estudantes matriculados na Rede Municipal de Educação e aquelas em vulnerabilidade social e econômica.

E a partir desta quarta (1º), será possível consultar o local de retirada das cestas básicas de julho, para aqueles que são público-alvo do benefício. A distribuição começa na próxima sexta-feira (3), de acordo com a data informada na consulta.

Segundo os dados da PBH, mais de 750 mil cestas já foram distribuídas desde abril, totalizando cerca de 14 mil toneladas de alimentos durante o período de distanciamento social.

As famílias de alunos da rede municipal, crianças matriculadas em creches e estudantes da Educação de Jovens e Adultos (EJA) têm direito ao benefício durante o período de suspensão das aulas. Além deles, ambulantes, camelôs, engraxates, lavadores de carro, carroceiros, catadores de materiais recicláveis, agricultores urbanos e feirantes também têm direito ao benefício.

Mais de 120 mil kits de higiene também já foram entregues às populações de vilas, favelas e ocupações urbanas, inscritas no CadÚnico, que também têm direito à cesta básica.

Acesse o site cestabasica.pbh.gov.br para fazer a consulta.