Foi prorrogado o prazo de inscrição para os artistas que quiserem concorrer a um espaço na grade da programação oficial da Prefeitura de Belo Horizonte durante o Carnaval. Os interessados podem se inscrever até o dia 25 de janeiro. O cachê varia de R$ 3.500 a R$ 7 mil.

O edital de seleção das atrações dos Palcos Oficiais do Carnaval de Belo Horizonte 2019 foi retificado e, dessa vez, contempla as apresentações voltadas para o público infanto-juvenil, que irão compor a programação dos palcos do Carnavalzinho BH 2019.

De acordo com as regras do edital, podem participar artistas de todos os estilos musicais, mas serão priorizados os gêneros samba, axé e pagode. Para se inscrever é necessário entregar envelope identificado com a documentação exigida na sede da Belotur (rua da Bahia, 888, 6º andar). As informações sobre documentação e critérios de avaliação estão no portal da Prefeitura.

A seleção acontecerá em três etapas: habilitação, avaliação técnica e classificação. Os proponentes que apresentarem a documentação correta terão seus portfólios analisados por uma Comissão Especial de Avaliação e serão pontuados de acordo com os critérios publicados no edital.

Músicos regionais, com atuação comprovada fora da Região Metropolitana de Belo Horizonte, recebem R$ 7 mil, enquanto os locais, R$ 3.500 mil. O artista deve indicar a qual categoria está se candidatando, mas a comissão avaliadora pode alterá-la após a análise do material.

Leia mais:
Blocos de Carnaval agitam BH no Festival Sonoriza?
Regional Centro-Sul concentra 36% dos blocos cadastrados para o Carnaval de BH
Blocos de Ouro Preto anunciam atrações que vão tocar no Carnaval