Entrar num bar ou restaurante, escolher uma mesa e pedir ao garçom aquela "loira gelada". Um prazer do qual o belo-horizontino foi privado desde março, com o fechamento do comércio devido à pandemia, poderá ser retomado a partir de sexta-feira (4/9). O prefeito Alexandre Kalil publicou neste sábado (29), no Diário Oficial do Município, decreto que oficializa esta e outras medidas de flexibilização, como o funcionamento das academias.

De acordo com a publicação, bares e restaurantes que têm portas de entrada e saída voltadas para a rua poderão funcionar de sexta a domingo, de 11 às 22 horas. Na sexta-feira, a comercialização de bebida alcoólica só poderá acontecer a partir das 17 horas. De segunda a quinta, permanece a determinação de abertura de 11 às 15 horas, sem venda de bebidas alcoólicas.

No caso dos estabelecimentos que funcionam no interior de shoppings e galerias, os horários são de 12h às 15h, de segunda a quinta. Na sexta, de 12 às 20 horas na sexta, quando poderá haver comercialização de bebidas alcoólicas. Não houve alteração em relação aos serviços de delivery e busca dos produtos nos estabelecimentos.

Academias

As academias poderão voltar reabrir as portas nesta segunda, sem restrição de horário e dia da semana. Segundo o protocolado elaborado pela PBH, o atendimento deverá ser feito por agendamento e limitação de uma pessoa a cada sete metros quadrados. As clínicas de estéticas poderão funcionar de terça a sexta, das 11 às 20 horas, e sábado, de 9 às 17 horas. Em shoppings, de segunda a sexta, entre 12 e 20 horas.

Drive-in

Os eventos em formato drive-in poderão funcionar diariamente, de 14 horas à meia-noite, também a partir desta segunda. Na capital mineira, ainda não foi formalizado nenhum empreedimento neste formato.